sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Ah, Amsterdã das tulipas
Maios menos bonitas
Rainhas subjugadas
Da primavera noturna
E rubras como os olhos injetados
Que caíram da ponte.

2 comentários:

  1. são as flores do bairro da luz vermelha.

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso seu texto. Fiquei horas lendo um por um e vi que você,sim,é uma escritora maravilhosa. Parabéns pelo modo como coloca as palavras com cuidado em cada frase. Você é ótima.

    ResponderExcluir